Quando ouvimos falar em Dia das Crianças, a imagem que nos vem à cabeça é sempre uma: presentes. Isso, é claro, não poderia deixar de ser, pois quem não gosta de presentes? No entanto, a celebração do Dia das Crianças não tem o intuito de apenas presentear os nossos pequenos. Na verdade, essa data é bastante significativa para o que realmente a criança representa.

Thor Visitando a escola

Sua origem está totalmente relacionada a “Declaração dos Direitos da Criança” e aos cuidados especiais que devem ser tomados em relação a todas as crianças.

Sabendo que a integridade da criança passa também pelo desenvolvimento intelectual, não podemos deixar de dar a devida importância à imersão no mundo da fantasia, que faz toda a diferença no desenvolvimento infantil e por isso, traremos a proposta de trabalhar com o tema “Super-Heróis”.

Os heróis estimulam nas crianças virtudes como a coragem de enfrentar desafios, vencer os medos, proteger os mais fracos, defender ideais e combater o inaceitável. Nesse cenário, eles representam os atributos que os humanos mais admiram em si próprios. Mais do que ídolos, são modelos a serem respeitados e imitados. No entanto, não são desprovidos de medo e, justamente por isso, são fontes de coragem.

No atual cenário que vivemos, em que a cada dia ultrapassamos o obstáculo de vencer as dificuldades que o Covid-19 impôs, precisamos renomear nossos verdadeiros heróis. Embora a fantasia faça parte das brincadeiras e do imaginário infantil, iremos apresentar nossas próprias superações como humanos através desse projeto, para que as crianças percebam nas pessoas reais, muitas características dos Super-Heróis que estão acostumados a ver.